NEGO MIRANDA

fotografia

Nego Miranda

nego-miranda-fotografoNo início da carreira, após concluir o curso técnico de eletrônica do Centro Federal de Educação Técnica do Paraná, estuda Filosofia e interessa-se por cinema. Viaja para o Rio de Janeiro, onde frequenta um curso de cinema no Museu de Arte Moderna, em 1969.

Trabalhou na Abracan Filmes e foi assistente de Pedro Paulo Lazzarini até 1975. Retorna a Curitiba e de forma autodidata começa a trabalhar com fotografia no campo da publicidade e paralelamente desenvolve trabalhos de expressão pessoal.

Fotografou o cultivo da erva-mate, as indústrias madeireiras, a arquitetura tradicional de madeira do Paraná, o tabaco em Cuba e ensaios sobre o nu.

Foi premiado no 2º Salão Internacional de Fotografia em Havana, 1994, no Prêmio Porto Seguro- São Paulo – 2010, no Prêmio Fundação Conrado Wessel- São Paulo – 2011, no 2º Concurso Ilford/Micro de Fotografia P&B e na Bienal de Fotografia Ecológica de Porto Alegre, 1982, entre outros.

Atua também na área editorial, na reprodução de obras de arte e ministrou cursos de fotografia documental nas escolas Portfólio e Centro Europeu em Curitiba.

EXPOSIÇÕES INDIVIDUAIS:

– A eterna solidão do vampiro – Casa Andrade Muricy – Curitiba , 2010;

– Morretes: meu pé de serra – Espaço Cultural BRDE – Curitiba, 2007;

– Caminhos de Andersen na lente de Nego Miranda – Museu Alfredo Andersen – Curitiba, 2006/2007;

– Igrejas de Madeira do Paraná – Espaço Cultural Zumbi dos Palmares- Câmara dos Deputados – Brasília, 2008. – Espaço Cultural Caixa Curitiba, São Paulo e Brasília, 2010;

– Paraná de Madeira – Museu Oscar Niemeyer – Curitiba, 2005;

– Horizontes e Cercanias – Córdoba/Argentina, 2004;

– Yerba Mate – 2º Mês De Fotografia Latino America – La Plata/Argentina, 1998;

– Engenhos e Barbaquás – Woodside – Curitiba,1996;

– Folhas Amargas – 1º Bienal de Fotografia de Curitiba – Woodside – Curitiba, 1996;

– Nuvimento – III Salón Internacional De Fotografia – Galeria Khalo – Havana/Cuba, 1995;

– Os Homens Verdes – Fundação Cultural de Curitiba – Curitiba, 1994;

– Nuvimento – Funarte Curitiba – Curitiba, 1994.

EXPOSIÇÕES COLETIVAS:

– XIII Exposição da Coleção Pirelli/Masp de Fotografia – Masp – São Paulo, 2004;

– II Salón Internacional de Fotografia – Havana, 1994;

– Coleção Joaquim Paiva – Fotografia Contemporânea Brasileira – São Paulo, 1993;

– Clin Dóiel Sur La Photographie – Mussée Français De La Photographie – Paris – França, 1993;

– VI Bienal De Artes Cerveira – Portugal, 1988;

– O Trabalho – Funarte Projeto Itinerante – Rio de Janeiro, Recife, João Pessoa, Campina Grande, 1982.

PRÊMIOS:

– Prêmio Porto Seguro – São Paulo, 2010;

– II Concurso Ilford/Micro de Fotografia P&B – São Paulo, 1997;

– Menção Especial II Salón Internacional de Fotografia – Havana/Cuba, 1994;

– Concurso Bienal de Fotografia Ecológica – 1º Premio – Porto Alegre, 1982;

– Museu do Mate – Secretária de Cultura e do Estado do Paraná – I e III Prêmios, 1980.

PUBLICAÇÕES:

– A eterna solidão  do vampiro – Edição do Autor, 2010;

– Morretes: Meu Pé de Serra – Edição do Autor, 2007;

– Igrejas de Madeira Do Paraná – Edição do Autor, 2005;

– Paraná de Madeira – Edição do Autor, 2005;

– Engenhos e Barbaquás – Edição do Autor, 1998.